Notícia

Pesquisadores estudam processamento de dois polímeros comuns, mas difíceis de reciclar, para criar novos plásticos sustentáveis

Equipe liderada pela Dra. Thao Vicky Nguyen, professora da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, está desenvolvendo uma abordagem que promete transformar plásticos difíceis de reciclar em um material mais resistente adequado para uso em produtos de alto desempenho e alto valor

Anna Shvets via Pexels

Fonte

JHU | Universidade Johns Hopkins

Data

quarta-feira, 12 janeiro 2022 14:15

Áreas

Gestão de Resíduos. Sustentabilidade. Tecnologias.

A reciclagem de produtos plásticos é um desafio. Não apenas um número limitado de tipos de plástico é reciclável, mas como o processo de reciclagem também quebra as cadeias de polímeros e degrada a qualidade dos materiais: muitos só podem ser reciclados algumas vezes. Como resultado, os plásticos reciclados tendem a ser adequados para uso apenas em produtos de baixo valor, como sacolas de supermercado descartáveis.

Um novo tipo de plástico pode mudar isso. Usando uma doação de US$ 1,8 milhão (cerca de R$ 10 milhões) por quatro anos da National Science Foundation (NSF), uma equipe liderada pela Dra. Thao Vicky Nguyen, professora do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, está desenvolvendo uma abordagem que promete transformar plásticos difíceis de reciclar em um material mais resistente adequado para uso em produtos de alto desempenho e alto valor. A doação faz parte do programa Designing Materials to Revolution and Engineer our Future, da NSF.

“Nosso objetivo é produzir um material plástico que seja mais forte e resistente do que os plásticos reciclados convencionais e que possa ter as mesmas propriedades consistentes dos plásticos tradicionais. Esperamos que a criação de plásticos sustentáveis ​​reduza o impacto ambiental da produção de plásticos”, disse a professora Nguyen.

O material da equipe será produzido a partir da fusão e mistura de dois polímeros comuns, mas difíceis de reciclar: o polietileno e o polipropileno isotático. Os pesquisadores estão desenvolvendo uma metodologia computacional baseada em dados chamada Materials Architected by Adaptive Processing, ou MAAP, para projetar a microestrutura da mistura e controlar seu processamento, garantindo a produção de plásticos de alto valor com propriedades consistentes de resistência e tenacidade.

Os pesquisadores observam que sua abordagem considera a variabilidade dos materiais plásticos reciclados. Por exemplo, se os pellets de plástico de uma usina de reciclagem tiverem impurezas significativas, o polímero fundido resultante será mais fino. Seu método deve ser capaz de ajustar as condições de temperatura e pressão da linha de processamento para produzir uma mistura consistente.

Tal inovação dará aos plásticos uma segunda vida; o plástico reciclado criado pela metodologia MAAP será excepcionalmente durável, o que significa que o material pode ser usado em tudo, desde eletrodomésticos e produtos de construção até equipamentos de proteção individual, destacou a professora Nguyen.

A equipe espera que o MAAP permita que outros pesquisadores transformem materiais reciclados em misturas de polímeros com propriedades superiores. “Um dos objetivos mais amplos do projeto é desenvolver um banco de dados para tornar os dados de materiais mais acessíveis para todos”, concluiu a professora Thao Vicky Nguyen.

Acesse a notícia completa na página da Universidade Johns Hopkins (em inglês).

Fonte: Catherine Graham, Universidade Johns Hopkins. Imagem: Anna Shvets via Pexels.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 ambiental t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Meio Ambiente, Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account