Notícia

No Canadá, avança projeto para produzir energia limpa usando carbono capturado e armazenado em reservatório geotérmico

Projeto está sendo desenvolvido por especialistas da Universidade de Alberta e empresa parceira

Hope Walls, Universidade de Alberta

Fonte

Universidade de Alberta

Data

quarta-feira, 10 novembro 2021 06:15

Áreas

Economia. Energia. Geociências. Tecnologias.

O desenvolvimento de uma fonte de energia ultralimpa usando dióxido de carbono (CO2) em vez de água para bombear o calor geotérmico de grandes profundidades a partir da superfície da Terra é uma possibilidade por trás de uma nova parceria entre uma equipe de engenheiros especialistas em sequestro de carbono da Universidade de Alberta, no Canadá, e uma startup da área de energia geotérmica.

O Dr. Rick Chalaturnyk, professor da Faculdade de Engenharia da Universidade de Alberta, explicou que no núcleo do projeto (chamado Alberta No. 1) estão sendo perfurados dois poços a uma profundidade onde a temperatura é de pelo menos 120oC. Água naturalmente aquecida da subsuperfície profunda é bombeada para a superfície, e o calor é extraído para energia e uso direto. A água então resfriada é reinjetada de volta e completa um ciclo fechado.

A primeira fase do projeto resultará em mais de 96.000 toneladas de compensações de carbono em plena produção de eletricidade e calor verdes (carbono zero) – o equivalente a tirar 20.878 carros das estradas. “A [energia] geotérmica é vista como um recurso extremamente eficiente, limpo e renovável de geração de energia. Tem um potencial enorme”, disse o Dr. Chalaturnyk, professor do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental da universidade.

Energia geotérmica e o armazenamento de carbono geológico

O que interessa à equipe do Dr. Chalaturnyk, no entanto, é casar o potencial de um futuro geotérmico com sua experiência em armazenamento geológico.

A primeira investigação será examinar uma teoria de que o CO2 supercrítico – uma forma densa de CO2 – poderia ser usado no lugar da água como fluido circulante. Embora encontrar um uso para o CO2 residual tenha um potencial imenso, o Dr. Chalaturnyk disse que essa mesma formação poderia funcionar como um local de armazenamento de CO2.

Finalmente, há um processo tentador de recuperação de gás originalmente pesquisado como parte de um projeto de armazenamento profundo de CO2 em solução salina desenvolvido pela Universidade de Alberta no sudeste de Saskatchewan, denominado ‘pluma de CO2 geotérmica’.

O Dr. Chalaturnyk explicou que depois de uma década injetando grandes quantidades de CO2 em um reservatório de subsuperfície, uma nuvem de CO2 supercrítico se desenvolverá e que, por causa de suas características supercríticas, poderá ser trazida de volta sem o auxílio de uma bomba e então passar por uma turbina especial para gerar energia limpa antes de retornar à rocha porosa de onde veio.

Benefícios potenciais para a economia e o meio ambiente

A Dra. Catherine Hickson, CEO do projeto Alberta No. 1, disse que os resultados desta pesquisa podem aumentar os benefícios econômicos e ambientais da energia geotérmica, expandindo o potencial de desenvolvimento geotérmico convencional em outros mercados não tradicionais.

“Combinar o sequestro de carbono com a produção de energia de base livre de emissão tem o potencial de tornar a energia geotérmica não apenas carbono zero, mas carbono negativo. Acreditamos que esta pesquisa será um catalisador, impulsionando a criação de soluções de redução de carbono desenvolvidas em Alberta.”, concluiu a gestora.

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Alberta (em inglês).

Fonte: Michael Brown, Universidade de Alberta. Imagem: Hope Walls, Universidade de Alberta.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 ambiental t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Meio Ambiente, Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account