Cidades & Soluções

Pesquisadores mineiros constroem casa com lama de rejeitos

Fonte

SIMI | Sistema Mineiro de Inovação

Data

13 fevereiro 2019

Objetivo(s)

Desenvolvido por professores da UFMG, projeto de moradia utiliza resíduos da mineração como materiais de construção civil

Projeto

Nas últimas semanas, o Brasil e o mundo acompanharam os danos e as perdas provocadas pelo rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro do Córrego do Feijão, em Brumadinho. Apesar do material ser descartado, pela maioria das mineradoras, existe uma forma positiva de trabalhar esse material e que pode melhorar a vida de muitas pessoas.

Trata-se de uma casa construída com lama de rejeitos. A construção foi realizada por pesquisadores da Escola de Engenharia da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Eles possuem a tecnologia de transformação de rejeitos e estéreis da mineração – não só a de ferro, mas também as de bauxita, fosfato e calcário – em matéria-prima para a construção civil.

De acordo com o pesquisadores, estéreis são minérios ou rochas inevitavelmente extraídos no processo, mas que não têm utilidade ou valor comercial. Já o termo rejeito se aplica ao material resultante das atividades extrativas da mineração, que envolvem o beneficiamento do minério. Argilas, metais pesados e reagentes químicos fazem parte dos rejeitos.

E foi no Laboratório de Geotecnologias e Geomateriais do Centro de Produção Sustentável da UFMG, em Pedro Leopoldo (MG), que os pesquisadores conseguiram dar um fim útil a essas substâncias. Para isso, eles utilizaram uma tecnologia chamada de calcinação ultrarrápida, uma reação química de decomposição térmica a altas temperaturas que transforma estéreis e rejeitos em ligantes de alta resistência.

Evandro Moraes da Gama, professor do Departamento de Engenharia de Minas da UFMG, explica que as características dos solos do Hemisfério Sul favorecem essa transformação. Segundo o professor, o custo de produção da casa é até 30% menor na comparação com uma similar feita de materiais e com a metodologia de construção convencionais.

Ainda de acordo com pesquisador, a lama proveniente da mineração também pode ser usada para pavimentar vias. Além disso, ele explica que ela pode ser armazenada em pelotas, sem o uso de água, com 100% de segurança e eliminando a estocagem em barragens.

Instituições Envolvidas

Universidade Federal de Minas Gerais

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 ambiental t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Meio Ambiente, Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account