Notícia

Aproveitando o sol e a (superfície) da água para produzir energia na África do Sul

Cobrir uma grande massa de água com painéis solares é uma nova opção na produção de energia

Divulgação, Universidade da Cidade do Cabo

Fonte

UCT | Universidade da Cidade do Cabo

Data

quarta-feira, 17 novembro 2021 07:00

Áreas

Energia. Sustentabilidade. Tecnologias.

A Estação de Tratamento de Águas Residuais de Kraaifontein agora abriga a primeira usina solar flutuante da Cidade do Cabo, na África do Sul. Os parceiros no projeto são a prefeitura da Cidade do Cabo, a Comissão de Pesquisa da Água, a empresa Floating Solar e a Universidade da Cidade do Cabo (UCT). “Isso permite à cidade a oportunidade de entender melhor a tecnologia e sua aplicação potencial em outros locais como parte de seu esforço em direção à energia renovável”, disse Peter Varndell, da empresa Floating Solar.

Os benefícios significativos desse sistema são que ele reduz a evaporação dos corpos d’água, enquanto poupa extensões de terra limitadas para outro uso. “Já faz alguns anos que estamos envolvidos com a energia solar flutuante; e ao tentar catalisar o mercado, [nós] percebemos a importância de ter informações factuais sobre o potencial de economia de evaporação e o desempenho aprimorado da flutuação solar sobre a solar terrestre”, acrescentou Peter Varndell. “Esta é a chave para definir o valor e  investimento para esta solução única. Faremos esta experiência por 12 meses, enquanto continuamos com outros projetos na África do Sul”.

O professor Richard Larmour, do grupo de Máquinas e Sistemas de Energia Avançados e do Departamento de Engenharia Elétrica da UCT, disse que a universidade foi abordada pela Floating Solar para fazer uma avaliação imparcial do desempenho da tecnologia na planta piloto de Kraaifontein.

“Minha função será avaliar continuamente o desempenho do projeto durante um período de um ano, para garantir que incluamos um ciclo climático sazonal completo. Durante este período, estaremos relatando em intervalos contratados ”, disse o Dr. Richard Larmour.

Encaixe como Lego

A instalação do sistema demorou menos de um mês. Um sistema flutuante básico consiste em painéis fotovoltaicos montados em uma ilha solar flutuante, dois tanques e um inversor trifásico. “A instalação do sistema fotovoltaico flutuante demorou menos de um mês. A tecnologia Hydrelio® consiste em flutuadores modulares do tipo ‘Lego’ e a instalação é muito simples e não requer ferramentas pesadas – permitindo uma implantação rápida e fácil”, explicou Peter Varndell.

Hydrelio® é o nome do sistema solar flutuante patenteado que permite a instalação de painéis fotovoltaicos padrão em grandes massas de água.

“Os módulos fotovoltaicos são montados em uma estrutura ancorada que flutua em um corpo d’água, ao invés de no solo ou no telhado de um edifício. As vantagens estão na economia de água e em evitar o uso de terras aráveis ​​”, acrescentou o professor Larmour.

“Sabemos, de forma um tanto intuitiva, que a temperatura dos módulos solares próximos à superfície da água deve ser menor do que se estivessem montados no solo; mas é difícil modelar o quanto menor. Este experimento fornecerá evidências empíricas importantes da diferença real de temperatura, que podem ser usadas para calibrar modelos de simulação. Da mesma forma, seremos capazes de quantificar com precisão o impacto do sistema na evaporação da água em função das condições climáticas locais reais”, destacou o professor.

Peter Varndell acrescentou: “Os dados nos permitirão quantificar a redução da evaporação com a energia solar flutuante; e melhorias na eficiência do painel com solar flutuante devido aos efeitos de resfriamento da água e efeitos dos ângulos do painel”.

Acesse a notícia completa na página da Universidade da Cidade do Cabo (em inglês).

Fonte: Wendyl Martin, Universidade da Cidade do Cabo. Imagem: Divulgação, Universidade da Cidade do Cabo.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Ambiental e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Ambiental, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Ambiental | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Meio Ambiente, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account